15.12.06

OURO OLÍMPICO, OUTRA VEZ? NÃO, OBRIGADO

Ui, qué miedo... ya san los coreanitos electronicos?
Foto legalmente roubada em:
http://www.simulacre.org/wordpress/photos/album/72157594418471719/

Facto 1 - Os kendokas do mundo inteiro sabem (ou deviam saber) que a Federação Internacional de Kendo (FIK) foi aceite como membro de pleno direito do GAISF*;

Facto 2 - Sabem (ou deviam saber) que depois de ter sido aceite pelo GAISF a FIK é a única organização mundial que se pode denominar representante dos praticantes do “desporto” apelidado “kendo”;

Facto 3 - Assim sendo (Facto 2), nenhuma outra organização mundial pode usar o nome “kendo” com a intenção de o transformar num “desporto olímpico”;

Facto 4 - A FIK é contra o “kendo olímpico”, e no entanto...

No entanto... basta a equipa coreana ganhar a final de equipas no campeonato do mundo para, um pouco por toda a parte, nos forúns dedicados ao kendo, o fantasma do “kendo olímpico” fazer a sua reaparição... em força.

Pouco ou nada importa que os representantes da Coreia façam, obviamente, parte da Korean Kumdo Association (KKA) que, por sua vez, obviamente, faz parte da FIK, que (ver Facto 4) é contra o denominado kendo olímpico.

Pouco importa que a World Kumdo Association (WKA), favorável ao dito cujo “kendo olímpico”, não tenha grande peso na balança do kendo coreano, tal como pouco importa que a KKA seja a legítima representante da grande maioria dos kendokas naquele país.

Nada disso importa.
Começa-se por se falar da arbitragem durante o último mundial, timidamente, compara-se com a arbitragem da esgrima olímpica, antes e depois de ser introduzida a pontuação electrónica, e três post depois, está tudo “histérico”, a discutir o que acontecerá quando esta for introduzida na competição de kendo.
Daí em diante, como diz o outro, só há dragões.

Claro que tudo não passa, antes de mais nada, de um reflexo racista e primário, a meu ver bastante condenável, e que pode ser resumido mais ou menos assim:

“Os coreanos” ganharam e como “os coreanos” é que "inventaram" o kendo olímpico, logo, “os coreanos” vão implementar, ou tentar implementar, o dito cujo.

É um pouco como dizem “os brasileiros”, que “os portugueses” chamam-se todos ou Joaquim ou Manuel.

Assim, também “os coreanos” são todos a favor do kendo olímpico.

Tivesse sido o Japão a ganhar ou, por falar nisso, qualquer outra equipa, que não “os coreanos”, e pouco ou nada se falaria do assunto.

A discussão sobre a arbitragem poderia levar à pontuação electrónica da esgrima ocidental, mas o assunto, muito provavelmente, morreria por aí, visto que “os japoneses”, ou “os outros”, tinham ganho e como “os japoneses e os outros” são contra o kendo olímpico a discussão acabava cedo.
Mas não... foram “os coreanos” que ganharam. Enfim, se não os podes vencer, junta-te a eles.

Eu já encomendei um kendogu electrónico e vocês?


*Se houver paciência, ver, a este propósito, os 3 artigos “Kendo e Jogos Olímpicos” em:
http://usagikendo.blogspot.com/2006_04_01_usagikendo_archive.html

2 comentários:

Joao Peixoto disse...

Desculpa o desabafo Joaquim.

O Kendo tem como objectivo marcar um Ippon com técnica perfeita. Que eu saiba nenhuma engenhoca electrónica pode "decidir" se foi marcado um DO ou uma coisa mal feita parecida com um DO. Só se pode detectar o impacto e a zona do impacto. Técnica nicles. Vamos ter a triste figura da esgrima desportiva em que vale fazer dobrar o florete para marcar ponto nas costas do adversário passando a lâmina sobre o ombro? Se fôr assim o "Ken" vai perder o "do". Possa prós gajos com a mania de competição. Por alguma razão decidi não praticar esgrima ocidental.

Que o Menino Jesus vos traga muitos shinais novos. Feliz Natal.

Maltez disse...

Podes conjugar a detecção do som (ki) e do impacto (ken) que são relativamente simples de fazer com a captura de movimento (tai) do género do que se usa nos filmes de animação. desenvolver um sistema que recolhe em tempo real os dados, os processa e determina se há efectivamente Yuko Datotsu, informando os árbitros e a mesa por exemplo por sms.

...Ou podes fazer Kendo.