31.1.08

NANAHONME (COMO ERA E COMO É)

Finalmente, o sétimo e último, e o mais lindo, dos Dai Nippon Teikoku Kendo Kata (Kendo Kata do Grande Japão Imperial).
100 anos atrás:

video

E hoje:



E assim, no que a "tachi contra tachi" diz respeito, estamos arrumados. Agora só faltam os três tachi contra kodachi.

30.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 99 e meio

Quarta-feira, 30 de Janeiro 2008

O orador baldou-se.
Fui eu a dar a aula, mas como não me chamo Osaka...

Até de hoje a uma semana. Pois, que 2ª a escola deve estar fechada para férias do carnaval, certo?...

ROPPONME (COMO ERA E COMO É)

O penúltimo, tachi vs tachi, como era antes:

video

E como é hoje:


29.1.08

KENDO EM FARO 2

Prossegue a batalha para encontrar umas instalações para treinar em Faro.
Mais informações serão postadas aqui quando as mesmas existirem.

Até lá, o processo de pré-inscrição continua, tal como foi definido num post previamente publicado neste blog e intitulado "Kendo em Faro".

Onegaishimassu.

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 99

Segunda-feira, 29 de Janeiro 2008

Esta coisa de estar fora às 6ªs está a afectar (bastante) o meu (pouco?) rendimento nas aulas.
O meu ritmo está muito baixo e felizmente não fizemos ji-geiko, pois creio que teria sido facilmente destruído, arrasado, obliterado, escangalhado, desmembrado, estropiado, atomizado, desfeito, liquidificado, moído, espremido, anulado, espancado, espalmado, reduzido à minha parcela mais ínfi... enfim, percebem o que quero dizer? Certo?

O treino nem foi muito puxado, mas não estou mesmo com pedalada.
Ainda mal tinha acabado de chegar do Algarve, arrumei a tralha e lá fui eu para a Patrício Prazeres. Ontem havia poucos principiantes o que indicaria quase automaticamente um treino mais duro, mas o sensei não estava para aí virado. Foi um keiko bastante energético, chamemos-lhe assim, mas aguentei-me à bronca sem grandes problemas. Também, como já disse antes, muito "graças ao facto" de não ter havido ji-geiko, ou kakari-geiko, senão seria com certeza desancado, despedaç... hum... é a PDI, não levem a mal.

No final do keiko, o sensei enfatizou a importância de fazer coincidir o fumikomi-ashi, a "patada no chão", com o momento do impacto do shinai no alvo escolhido. Quer seja no caso de um ataque só ou, por exemplo, como demonstrou, no caso de kote-men ou kote-do. Uma "patada" no momento do kote e outra no do men... uma para o kote, outra para o do.

Adiante.

Bom, na próxima 4ª feira, e para celebrar a centésima edição desta rubrica, os comentários deste modesto blog estarão activos.
NOTA: Se eu conseguir activá-los, uma vez que o meu computador, por vezes, parece ter vida própria e gosta de, sozinho, fazer ao contrário daquilo que eu quero fazer. Veremos.

Arigato gozaimasté.

23.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 98

Quarta-feira, 23 de Janeiro 2008

Hoje foi um daqueles dias em que até me custou a sair da cama.
Estive por um milímetro para não ir ao treino. Mas lá fui. E, mais uma vez, lá fui forçado pela força das circunstâncias a dar o início do treino. Pá, não estou com pachorra para escrever mais. Estava cansado quando decidi ir treinar e estou cansado mais cansado ainda neste momento.

As palavras finais do sensei foram dedicadas a execução de men, dizendo pela cangalhésima octagésima décima nona vez que: "Quando se faz men o corpo não pode estar inclinado, como que a cair, para a frente."

... e fim. E fui.

22.1.08

GOHONME (COMO ERA E COMO É)

Há 100 anos. Bom... mais ano, menos ano...

video

... e hoje. Bom... mais dia, menos dia.

TEMOS SELECÇÃO NACIONAL 2008

Bem, parece que depois do (ligeiramente acidentado) "Torneio dos 10" de sábado passado, a nossa selecção para o Europeu da Finlândia está apurada.

Os "meninos" que nos deverão representar, se não houver desistências, serão:

Apurados previamente estavam:
Joni Duarte (AKL)
Alexandre (El Chino) Figueiredo (AKL)

Apurados no "Torneio dos 10"*:
Brito, Francisco (AKP)
Marques, Pedro (AKC)
Oliveira, Ricardo (AKP)
Sousa, Luis (AKL)

De notar que pela primeira vez, desde que me lembro, o Nuno Ricardo não está presente na selecção. Estará a ficar velho??? Adiante. Só resta desejar-lhes (não, boa sorte não, que a sorte não tem nada a ver com isto) muita genica, muito espírito e muita vontade.

GAMBATTÉÉÉÉÉ!!!

P.S.: Um grande abraço para o Henrique e desejos de rápidas melhoras e olha, não te chateies, tens o mundial para o ano que vem.

P.S.2: A fonte destas informações foi "o Sousa"; portanto, se alguma coisa estiver errada A CULPA É DELE, ok?

*Por ordem alfabética para não ferir sensibilidades.

21.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 97

Segunda-feira, 21 de Janeiro 2008

Hoje não foi um bom dia para mim. Apesar do treino ter sido excelente (ou talvez por causa disso mesmo) cheguei ao fim completamente destruído.
É a velha história: um dia sem treinar e o teu corpo nota, uma semana e o teu adversário nota... e por aí fora.
O treino foi mesmo muito interessante. O meu tornozelo não começou lá muito bem, o que fez com que eu não começasse lá muito bem, tanbém. Mas lá para o meio do keiko atinou e a coisa lá foi andando. Combati contra o sensei e levei um baile daqueles à maneira antiga. Não lhe consegui praticamente tocar. Estava naqueles dias terríveis, o senhor.

Temos andado a fazer um exercício diferente nos últimos tempos.
Um misto de uchi-komi e kakari-geiko bastante bom, mas também bastante cansativo.
O princípio do dito exercício é simples: ataca-se com um de dois ataques pré-definidos (men ou kote-men), vai-se a tai-atari e em seguida faz-se hiki-waza (hiki-men ou hiki-kote ou hiki-do) consoante a abertura que o parceiro nos "oferece". Assim que recuamos para a distância (graças a hiki-waza) o adversário ataca por sua vez com um dos dois ataques que tem à sua escolha, nós recebemos o ataque, aguentamos o tai-atari e por aí vai... depois é só repetir o mais intensamente possível e o mais rapidamente possível... tipo kakari-geiko.

Bem feito este trabalho é devastador: dez vezes mais cansativo do que ji-geiko. Costas, braços e pernas, fica tudo em papa. Pois aí está. Já não me admiro tanto da porcaria de ji-geiko que fiz... pois...

No fim, o sensei referiu que para fazer bem o exercício que descrevi ,convém mesmo, mesmo, dar tudo por tudo. Atacar com espírito, chocar forte, sair em hiki-waza rapidamente... e não perder tempo entre accções; assim que um faz hiki-waza, mal ele chega a issoku itto-no ma, já o outro deve estar a atacar. Deve ser um "jogo" sem interrupções.

Enfim, só de descrever o que se passou já estou cansado outra vez... vou afundar-me no sofá em frente à TV.
Não me falem mais de kendo, hoje.

Arigato gozaimastééééé...

20.1.08

YOHONME (COMO ERA E COMO É)

Portanto... como era...

video

... e como é.

16.1.08

KENDO EM FARO

A parte "burocrática" está resolvida: já falei com o sensei Osaka, Director-Técnico da Associação Portuguesa de Kendo e com o Dr. Nuno Serrano, Presidente da Associação Portuguesa de Kendo. E, tal como esperava, ambos foram bastantes receptivos quanto à eventual abertura (por mim) de uma nova classe de kendo em Faro.
A partir da próxima sexta-feira, por motivos profissionais, vou ser obrigado a dirigir-me todos os fins-de-semana para o Algarve.
Assim, espero, para começar, poder leccionar 2 horas ao sábado ou ao domingo. E digo ao sábado ou ao domingo porque falta agora encontrar um sítio adequado para a prática e os horários dependerão, como é óbvio, da disponibilidade das instalações.

Todos os (maiores de 14 anos) interessados em praticar kendo em Faro deverão enviar uma pré-inscrição para IMDRabbit@hotmail.com, até dia 31 de Janeiro de 2008, com o título "KENDO EM FARO".

Na pré-inscrição deverá constar o obrigatoriamente o nome e a idade; informações sobre a prática (ou não) de outras artes marciais são bem vindas.

Mais pormenores em breve; aqui ou em www.kendo.pt.

SANBONME (COMO ERA E COMO É)

Antes:

video

... depois:

15.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 96

Segunda-feira, 14 de Janeiro 2008

Bom, foi como sexta-feira, só que um pouquinho menos caótico.
Monte de principiantes, tudo ao molho e fé em Deus. Mas consegui suar um bocadinho.

Alguns ainda fizeram ji-geiko entre os intervalos de instrução com os principiantes, mas enfim... faz parte do jogo. Este tipo de situações em geral nunca duram muito tempo. As resoluções de ano novo têm tendência para esfriar um pouco lá mais para o fim de Janeiro.

Estou a ser pessimista claro, e desejo que todos os que entraram este mês continuem a fazer kendo até ao fim das suas (espero que longas) vidas, mas isto são apenas os ensinamentos dos anos passados a falar.

Adiante. Como dizia o outro: wait and see.

Até quarta.

12.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 95

Sexta-feira, 11 de Janeiro 2008

Quatro principiantes, e entre eles dois miúdos, um dos quais com uns cinco anos de idade.
Não vos consigo descrever bem o que se passou.
A aula não teve qualquer estrutura digna desse nome. Basicamente foi uma aula livre em que cada um de nós, dos (ligeiramente) mais antigos, ficou encarregado de, sempre que lhe "calhava" um principiante, tentar ajudá-lo a dar os primeiros passos nesta "coisa" que é o kendo.

No fim, o sensei pediu desculpas ao pessoal por termos passado a aula inteira "a cuidar" dos principiantes, mas também disse que a culpa era do Sousa, que prometeu tomar conta dos principantes todos porque estava engripado (ou coisa que o valha) e a seguir pirou-se, desaparecendo para nunca mais ser visto.

Mentira, ele não disse nada no fim, Luis.

11.1.08

NIHONME (COMO ERA E COMO É)

No princípio do século XX... :

video

... e hoje:

10.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 94

Quarta-feira, 9 de Janeiro 2008

Pouca gente, ontem.
Constatação Nº1: Enfim, poucos mas bons.

Um principiante novo (mais um) diferente dos outros dois que tinham aparecido na segunda e que ontem já lá não puseram os pés.
Constatação Nº2: Esta "coisa" do kendo, SE CALHAR, não é para toda a gente.

Treino regular, começou um pouco mais tarde. Como eu era o mais graduado na sala e o senhor Osaka ainda não tinha chegado, comecei por dar o aquecimento. A seguir, um pouco de ashi-sabaki (okuri-ashi apenas), men sankyodo, men ikkyodo, shomen suburi e está despachado.
Pelo meio de isto tudo, o sensei fez a sua aparição e passámos às coisas sérias.

Depois de um mokuso tão prolongado que quase me deixava a dormir, lá fizemos men tsuke.
Constatação Nº 3: Os gajos do iai adoram mokuso(s) muito "profundos" (estou a brincar, Manel).

Tudo correu como de costume (várias séries de kirikaeshi, de men, kote-men e kote-do a passar), SÓ QUE, em vez de ji-geiko terminámos a aula com uma sessão, simpaticamente prolongada devo dizê-lo, de kakari-geiko, primeiro, e depois de ryoho kakari-geiko. e se há coisa mais cansativa que kakari-geiko, essa é, com certeza, ryo kakari-geiko.
Constatação Nº 4: Isto do kendo... CANSA MESMO.

Para terminar, as palavras do senhor Osaka, centraram-se sobre o dito ryo kakari-geiko. Chocar foi a palavra de ordem. Quando se faz esse exercício deve-se procurar o choque, incentivar o inevitável tai-atari e o consequente hiki-waza. Não passar cada um pelo seu lado, mas pelo contrário ir de caras contra o adversário.
Constatação Nº5: Acho que se avizinham dias e dias de ryo kakari-geiko.

E zás... tá dito, tá dito. Agora vou-me.

9.1.08

LINKS DE JANEIRO

Embora ligeiramente atrasados, os links de Janeiro foram actualizados.
O Kendo-Link do mês remete para um arquivo fotográfico criado por vários gaidjins residentes no Japão. É apenas composto por fotos lindíssimas, mais nada.
Já o Budo-Link do mês leva-nos até um dos sites de referência (pelo menos para mim) do budo na internet, Furyo.com, criado e mantido por Wayne Muramoto há uma mão-cheia de tempo.
Divirtam-se, se for caso disso.

7.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 93

Segunda-feira, 7 de Janeiro 2008

Mais um bom treino para não variar.

Não tive problemas técnicos com o meu men felizmente. E o tornozelo funcionou na perfeição a partir do aquecimento.

Tinhamos dois principiantes novinhos em folha e o tempo teve de ser um pouco repartido por todos para lhes dar alguma atenção.
O esquema da aula foi semelhante a centenas de outras, felizmente. Tai-so, ashi-sabaki, men ikkyodo, sei-ritsu, (depois de mokuso e men tsuke) kirikaeshi, muito men (a passar), depois kote-men (também a passar) e, por fim, ji-geiko até acabar.

Combati contra o sensei e acho que não estive mal de todo.
Consegui marcar-lhe um men "sem espinhas", mas acho que ele estava cansado ou assim, pois em seguida combati contra o meu irmão e não dei nem uma "no cravo", foi tudo "ferradura".

Oh well, para acabar as palavras do senhor Osaka foram dedicadas ao armar do ataque men. Segundo as mesmas, muita gente está a armar o movimento ostentando o shinai torcido, que é como quem diz, com a ponta a desviar-se para um dos lados, em vez de estar a apontar bem para trás como deve ser. Atenção portanto, manter as mãos no mesmo plano à medida que são elevadas.

Fui.

COMEÇAR EM GRANDE (2)

Parece que vai ser em Faro.
O tal novo dojo da APK.
Constou-me...
Bom, se for verdade é bem fixe.
Assim já posso treinar quando for ao Algarve visitar a família.

IPPONME (COMO ERA E COMO É)

Ontem... :

video

... e hoje:

5.1.08

A PALAVRA DO SENHOR (OSAKA) 92

Sexta-feira, 4 de Janeiro 2008

And... we're back ladies and gentlemen.

Devagarinho, a sala lá se foi compondo. Pouco a pouco, os primeiros kendokas, da primeira aula de kendo do ano de 2008 apareceram. Foi um treino bem simpático, diga-se.

Toda a gente parecia ansiosa por voltar à forma "pré-festas de natal e ano novo".
Até o sensei, estranhamente, depois de alguns, bastantes, kirikaeshi, pareceu sentir a necessidade de deixar o pessoal estravazar as energias acumuladas pelo excesso de bolo-rei e peru do fim do mês passado. E assim, decretou uma rodada geral de ji-geiko.
(Lembro-me que há dois (ou três) anos, por esta altura, estivemos quase até Março sem fazer qualquer ji-geiko).

E foi um fartote de paulada.
Então e não é que precisamente quando me calha a vez de combater com ele, ele me chama a atenção para o meu men que está a prestes a soltar-se por estar mal atado???

Que diabo se passa? Já estou tão esclerosado que já nem sei atar o raio do men? É que já é a segunda vez consecutiva que tenho problemas técnicos com o raio do men. Isto não tá bom.

Mas se o men não funciona como antes, ao menos terminei o treino sem problemas de maior com o meu tornozelo, o que foi um pequeno/grande alívio.

Uma pequena nota para a presença na sala de treino, ontem, de um visitante, o senhor Su Cho, um 4º dan coreano, residente nos EUA, com quem tivemos o prazer de cruzar shinais. O simpático senhor, que vai ficar em Portugal a trabalhar durante um ano, pelo menos às 6ªs-feiras, deverá ser uma presença habitual nos próximos tempos.

No fim, o senhor Osaka apenas comentou que deveriamos, como sempre nestas épocas de recomeço, ter mais preocupação em "fazer grande e não rápido".

Sayonara.

P.S.: Hoje é o dia do estágio do Luso e eu estou em Lisboa. Esqueci-me completamente.

2.1.08

COMEÇAR EM GRANDE

Nada como um bom boato para começar o ano.
Então aqui está um boato bem simpático:
Parece... (diz-se!) que pode estar para breve a abertura de um novo dojo de kendo em Portugal.
E, para já, é isso.