28.11.05

PRÉMIOS USAGI SAN

Nos torneios de Sumo, para além do “Prémio Fighting Spirit”, existem ainda mais dois tipos de prémios. Um “Prémio Técnico”, chamemos-lhe assim, e um “Prémio de Desempenho Extraordinário”.
Roubando a ideia aos gordos do Sumo, e referente ao campeonato de sábado passado, passo a apresentar a lista de Prémios Usagi San:

Prémio Fighting Spirit: António Gabriel (tá tudo dito)
Prémio Fighting Spirit: Roberto Ferreira (mais sorte para a próxima)
Prémio de Desempenho Extraordinário: Rui Araújo (kiai, meu, kiai)
Prémio Técnico: Henrique Martins (muito bom)
Prémio Técnico: Joni Duarte (é um verdadeiro japonês falsificado)

Para além destes, criei agora mesmo um novo prémio, que acho que vai ter muita saída nos próximos campeonatos e torneios, que é o Prémio Porra Que Já Tava Farto De Ir A Campeonatos E Ser Eliminado Nas Pools Ou Na Primeira Eliminatória Directa e que é atribuído a: João Lourenço

Estes prémios referem-se, como devem ter reparado, apenas ao sector masculino. Ao contrário do torneio anterior em que fui árbitro, neste não tomei atenção ao sector feminino. Vi a final e pouco mais, de modo que, para não ferir susceptibilidades, não vou “dar prémios” ao que não vi.
E pronto, por agora é tudo. Até ao próximo torneio, a 28 de Janeiro.

4 comentários:

João Peixoto disse...

Prémio pró gajo que faz Jodan e tem um Kendo espetacular: CAMPEÃO NACIONAL - Joaquim Coelho.

Meu tavas a merecer. Tenho pena de não ter visto!

Parabéns.

Usagi-san disse...

Obrigado João. Um abraço.

toni disse...

agradeço o prémio e retribuo :
PRÉMIO DEDICAÇÃO E CONHECIMENTO - Joaquim Coelho

pelo blog fantástico que "governas" e por todo o trabalho, dedicação e empenho que nele depositas. Bem hajas e boa sorte como membro inquestionável da selecção (tal como todos os outros aliás.....)
Abraço
Tóni

Usagi-san disse...

É muito simpático da tua parte, mas aqui que ninguém nos ouve, e é a primeira vez que vou "dizer" isto em "voz alta", acerca do termo inquestionável, eu não sei se devia estar na selecção... fora de falsas modéstias e de merdas... Ainda hoje alguém me dizia (a brincar?) "Ah, tu se não fizesses jodan não te safavas". Ah, se calhar até é verdade.
Mas, para mim, jodan kamae é tãããão confortável.
Às vezes tenho a sensação de estar a "fazer batota" quando faço jodan. Juro.